Avaliação Espaço-Temporal de Parâmetros Ecológicos em um Ambiente Tropical Impactado, o Canal da Passagem.

Resumo: Estuários são corpos d’água costeiros, semi-confinados, onde ocorre a mistura de água doce, vinda do continente, com água salgada do oceano (Pritchard, 1967). Estes ambientes tem suma importância econômica e ecológica devido a existente alta produtividade que apresentam. Durante as duas últimas décadas, houve um acelerado incremento populacional nas adjacências dos estuários, chegando-se ao patamar de 61% da população mundial vivendo nas áreas costeiras (Alongi, 1998). As atividades antrópicas, dependendo da sua intensidade e duração, contribui para o desenvolvimento da eutrofização de estuários, fato que provoca uma elevada cor, turvação e a depleção de oxigênio (Duarte et al, 2004). O Sistema Estuarino da Grande Vitória (SEGV) não é uma exceção, sendo o Canal da Passagem a área mais impactada do SEGV. Desse modo, estudos espaciais e temporais são necessários para se acompanhar a evolução da poluição no Canal da Passagem. No presente estudo serão levantados os parâmetros químicos (nitrito, nitrato, fosfatos, n-amoniacal), físico-químicos (temperatura, pH, turbidez, OD, salinidade) e biológicos (fitoplâncton) do Canal da Passagem e os dados observados serão relacionados com as variações da maré, em que se pretende montar uma seqüência temporal e espacial dos fenômenos encontrados em alguns pontos do Canal através do uso da modelagem hidrodinâmica.

Data de início: 2007-11-26
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Carolina Ferreira do Lago
Coordenador Renato Rodrigues Neto
Pesquisador Gilberto Fonseca Barroso
Pesquisador Camilo Dias Júnior
Pesquisador Julio Tomás Aquije Chacaltana
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910