PADRÃO DE CIRCULAÇÃO DE UMA ESTRUTURA TRANSVERSAL EM UM CANAL ESTUARINO BEM MISTURADO

Resumo: Os estuários são regiões que possuem grande importância econômica, ambiental e social. Portanto, conhecer os padrões de circulação em um estuário é fundamental, sendo que são os responsáveis por controlar os padrões biogeoquímicos do ambiente. A hidrodinâmica estuarina têm sido estudada sob diferentes condições e aspectos oceanográficos, mas regiões como o Sistema Estuarino Piraquê-Açu Piraquê-Mirim (SEPAPM) ainda são pouco estudados, sendo importante investigar quais são os elementos dominantes que influenciam suas condições ambientais. A região apresenta estações do ano distintas bem marcadas, a coluna d’água apresenta pouca estratificação vertical, predominância de maré semidiurna e uma batimetria dominada por um canal profundo seguido de uma planície com aproximadamente 50% da profundidade do canal e 5 vezes mais larga. Em vista disso, pretende-se entender a circulação estuarina em uma região transversal ao canal estuarino, buscando analisar o comportamento dos fluxos mareais e submareais, assim como a influência da batimetria, do vento e da vazão fluvial na mesma.

Data de início: 2013-03-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Fernanda Nascimento de Paula e Silva
Coordenador Valéria da Silva Quaresma
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910