FACIOLOGIA Inter-recifal e Geomorfologia dos Recifes Submersos da Plataforma Interna de Abrolhos, Bahia - Brasil

Nome: Marcos Daniel de Almeida Leite
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 14/09/2015
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Alex Cardoso Bastos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alex Cardoso Bastos Orientador
José Antônio Baptista Neto Examinador Externo
Valéria da Silva Quaresma Examinador Interno

Resumo: O presente trabalho corresponde a um estudo sobre faciologia interrecifal e geomorfologia de recifes submersos, tendo como foco a plataforma interna da Plataforma dos Abrolhos. A análise conjunta do sonar de varredura lateral, amostras de sedimentos superficiais e perfilador de fundo caracterizou a heterogeneidade faciológica da área de estudo. Os resultados indicam uma sedimentação terrígena a mista no Arco Costeiro e Canal de Abrolhos, para puramente carbonática no Arco Externo. Foram identificados áreas com a ocorrência de pináculos, bancos recifais, fundos de rodolitos, pináculos associados a rodolitos, estruturas recifais mesófoticas e por fim áreas de sedimento incosolidado (sem estruturas recifais). Os fundos compostos por pináculos apresentaram a maior heterogeneidade faciológica na área de estudo, apresentando todas as fácies carbonáticas da classificação modificada de Larsonneur e depósitos grainstones, packstone e wackstone segundo a classificação de Dunham. Bancos recifais em sua maior parte é caracterizado por uma faciologia inter-recifal lamosa (lamas calcárias Larsonneur/ wackstone e packstone Dunham). As estruturas recifais mesofóticas são representadas por uma sedimentologia inter-recifal lamosa e arenosa, enquanto os fundos de rodolitos estão associados a uma granulometria cascalhosa. Já as regiões de sedimento incosolidado apresentaram dois padrões faciológicos, sedimento lamoso no Arco Costeiro e sedimentos carbonáticos arenosos (grainstones) no Canal de Abrolhos. Por fim, um modelo de distribuição de fácies é apresentado para a plataforma interna de Abrolhos. Sedimentos mistos compõem o Arco Costeiro, o Canal de Abrolhos apresenta uma extensa faixa de wackstones e packstones nas regiões a barlavento do Arco Costeiro, estes associados a estruturas recifais (boundstone). Grainstones encontram-se próximo a região a sotavento do Arco Externo. Já as amostras do Arco Externo são representados pela transição de boundstones (fundos de rodolitos), grainstones (pináculos) e wackstones e packstones (pináculos, bancos recifais e estruturas mesofóticas).

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910