VARIAÇÃO Espacial e Temporal da Salinidade no Sistema Estuarino do Rio Piraquê-açu(aracruz, Es).

Nome: Thayana de Alencar Leite
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 09/07/2012
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Gilberto Fonseca Barroso Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Gilberto Fonseca Barroso Orientador
Jarbas Bonetti Examinador Externo
Mônica Maria Pereira Tognella Examinador Interno

Resumo: O ecossistema estuarino representa a principal conexão entrea drenagem fluvial de constituintes biogeoquímicos de origem continental e o oceano adjacente. Em geral, os estuários estão sujeitos às influências dos fluxos fluviais das bacias de drenagem e ação das marés. O Sistema estuarino dos rios Piraquê-açu e Piraquê-mirim - SEPAPM (5,1 km2) é um ecossistema fundamental da porção costeira de Aracruz (Estado do Espírito Santo - ES), proporcionando uma variedade de bens e serviços para a economia local. Além disso, o SEPAPM detém características geomorfológicas peculiares ao longo da zona costeira do ES, tais como a presença de falésias da Formação Barreira e a proximidade com a foz do rio Doce. A fim de contribuirpara um melhor conhecimentodoSEPAPM,esteestudo teve como objetivomodelara distribuição espaciale temporal da salinidade em zonasde salinidade, conforme o Sistema de Veneza, e avaliar a variação espacial e temporal destas com as descargasfluviais emarés.Amostragens de campoforam feitas ao longo do eixolongitudinalem 1.000m de distância, no verão (estação chuvosa) e inverno (estação seca) de 2011, contemplando as marés de sizígia(1,5mde amplitude) e de quadratura(0,3mde amplitude). Dados pontuaisde salinidadesubsuperficial foram interpoladosusando o métodoSpline e perfis verticais davariabilidade da salinidadeforam geradospelo método deKrigagem, emSistemas de Informação Geográfica SIG. Como resultado o SEPAPMapresentoucaracterísticade distribuiçãohalina de ambiente parcialmentemisturado ecomumatípicaestratificaçãovertical durantemaré de quadratura. As variações sazonais dasalinidade, associadas comfluxodos riose da açãodas marés,foram significativasentre inverno(padrão estratificado) e verão (padrão homogêneo).

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910