SEDIMENTAÇÃO Quaternária em uma Plataforma Carbonática- Siliciclástica Mista

Nome: Danielle Peron DAgostini
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 05/03/2012
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Alex Cardoso Bastos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alex Cardoso Bastos Orientador
Antonio Tadeu dos Reis Examinador Externo
Valéria da Silva Quaresma Examinador Interno

Resumo: O presente trabalho corresponde a um estudo sobre ambientes com dois tipos de sedimentação: carbonática e siliciclástica, tendo como foco um trecho da Plataforma dos Abrolhos. A pesquisa realizada teve como objetivo investigar a sismoestratigrafia da área norte da Plataforma dos Abrolhos, através de dados sísmicos de alta resolução, testemunhos e sedimentos superficiais, visando identificar domínios de sedimentação durante o final do Período Pleistoceno e início do Holoceno. Os resultados indicaram que a sedimentação foi controlada por uma interação entre a produção carbonática, suprimento de sedimentos siliciclásticos e mudanças no nível relativo do mar. Um modelo de padrão de sedimentação é apresentado para a área norte da Plataforma de Abrolhos onde a produção carbonática domina durante a transgressão holocênica. Após este período, é observada uma interação entre sedimentação siliciclástica nas zonas costeiras, fácies mistas na transição, e domínio carbonático nas regiões mais offshore. Este padrão de evolução sedimentar observado na área norte de Abrolhos é provavelmente diferente da evolução na área sul, onde a topografia antecedente permitiu a deposição de sedimentos terrígenos durante o nível de mar baixo.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910