Influência de Macroalgas Alóctones na Estrutura de Comunidade de Peixes em Praias Arenosas, Sudeste do Brasil.

Nome: Ryan Carlos de Andrades
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 28/06/2011
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Agnaldo Silva Martins Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Agnaldo Silva Martins Orientador
Jean-Christophe Joyeux Examinador Interno
Luiz Fernando Duboc da Silva Examinador Externo
Luiz Ricardo Gaelzer Examinador Externo

Resumo: Macroalgas são destacadas em plataforma e estuários acumulando em praias arenosas em todo o mundo. Entre março e agosto de 2010 nós investigamos durante três períodos correspondentes a antes, durante e depois ao acúmulo de macroalgas destacadas a influência destas na comunidade de peixes em três praias arenosas brasileiras e os processos envolvidos neste evento. As macroalgas que chegam as praias estudadas provavelmente são oriundas do banco de macroalgas localizado na plataforma rasa adjacente as praias e são destacadas durante a mudança de ventos dos quadrantes N-NE para fortes ventos de S-SW no final do período chuvoso. A comunidade de peixes nas praias foi diretamente influênciada pela presença de macroalgas aumentando a biomassa, abundância e riqueza de espécies, principalmente em Itaipava dentro e Itaipava. Em Itaóca, praia próxima ao estuário, houve maior riqueza de espécies durante o maior volume de macroalgas nas praias, porém a biomassa foi maior nos períodos de baixa salinidade influenciados pela pluma estuarina. Entre as espécies mais abundantes nas praias, os pampos Trachinotus falcatus e Trachinotus goodei tiveram sua abundância aumentada no período de presença de macroalgas destacadas nas praias, enquanto que o bagre estuarino Genidens genidens mostrou-se dominante em Itaóca e mais abundante nos períodos de influência estuarina. Devido à redução nos tamanhos dos peixes coletados e aumento da abundância e biomassa no período de macroalgas nas praias nós sugerimos que estas fornecem refúgio para espécies juvenis durante seu desenvolvimento neste ambiente berçário, inclusive para espécies economicamente importantes.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910