INFLUÊNCIA DAS CONDIÇÕES DE VENTO E DO APORTE FLUVIAL NA DINÂMICA SEDIMENTAR DO TRECHO CENTRO-NORTE DA PLATAFORMA CONTINENTAL DO ESPÍRITO SANTO (PCES)

Nome: Kyssyanne Samihra Santos Oliveira
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 02/04/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Valéria da Silva Quaresma Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alex Cardoso Bastos Examinador Interno
Jacqueline Albino Suplente Interno
José Antônio Baptista Neto Suplente Externo
Renato David Ghisolfi Examinador Interno
Susana Beatriz Vinzon Examinador Externo
Valéria da Silva Quaresma Orientador

Resumo: Na plataforma continental do Espírito Santo, embora haja estudos que apontem a influência tanto das condições de vento como do aporte fluvial na dinâmica sedimentar, o real papel dessas forçantes ainda não é completamente bem compreendido. Esta Tese de Doutorado foi desenvolvida com o objetivo de entender como as condições de vento juntamente com o aporte fluvial determinam as feições sedimentares conhecidas nessa plataforma. Nesse propósito, estudos climatológicos das condições de vento (Capítulo 2) e do aporte hidrosedimentológico da principal fonte fluvial para a plataforma (Capítulo 3) foram analisados juntamente com a mobilidade derivada da ação de ondas sob a atuação dos principais sistemas meteorológicos que atuam sobre a plataforma (Capítulo 4). Para os estudos climatológicos foram utilizados dados de ventos obtidos a partir da nova reanálise do NCEP - Climate Forecast System Reanalysis, e dados de vazão e de concentração de sedimento em suspensão extraídos da base de dados do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos. Os aspectos de ondas utilizados no cálculo da mobilidade do sedimento de fundo foram obtidos com o auxílio do Sistema de Modelagem DELFT-3D. Foi encontrado que embora a climatologia (1979-2014) mostre uma dominância espaço-temporal de ventos e ondas associados à Alta Subtropical do Atlântico Sul, no geral as feições sedimentares encontradas na plataforma refletem a grande importância de ventos e ondas derivados da atuação de Sistemas Transientes. Também foi encontrado que a simultaneidade das condições de vento, associados à Alta Subtropical do Atlântico Sul, e dos eventos de elevada descarga do Rio Doce definem os locais de maior deposição do sedimento fluvial. Entretanto, foi determinado que a maior mobilidade das ondas associadas aos Sistemas transientes, bem como, as condições da coluna d’água durante a atuação desses sistemas domina os padrões de longo-termo de transporte e deposição desse sedimento. Uma discussão das implicações ambientais dos achados desta tese mostrou que os mesmos contribuem em estudos que envolvem atividades de dragagem e descarte do material dragado, auxiliando na determinação dos locais com melhor custo-benefício ambiental. Além disso, o conhecimento da variabilidade temporal do Rio Doce permitiu a detecção de condições hidrológicas extremas, o que contribui para um gerenciamento eficaz da Bacia Hidrográfica e da região costeira adjacente. Outra importante contribuição é o melhor entendimento da dispersão do sedimento oriundo do Rio Doce, e consequentemente dos poluentes aportados pelo sistema fluvial. Desta forma, os resultados aqui apresentados e discutidos mostram-se essenciais para a tomada de decisão por parte dos gestores, uma vez que a área da plataforma centro-norte do Espírito Santo é de grande interesse ambiental e econômico, tanto do ponto de vista de pesca, quanto exploração de óleo e gás, e navegação. A identificação e determinação dos padrões típicos e extremos, e sua contribuição no padrão de dinâmica sedimentar levará os gestores a um conhecimento maior da plataforma em questão, possibilitando resoluções mais eficazes e um monitoramento mais adequado dessas intervenções.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910