DISTRIBUIÇÃO FITOPLANCTÔNICA ASSOCIADA À DINÂMICA FÍSICO-QUÍMICA NO EMBAIAMENTO DE TUBARÃO – OCEANO ATLÂNTICO OESTE

Nome: Fernanda Perassoli
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 23/03/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Renato David Ghisolfi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Camilo Dias Júnior Examinador Externo
Renato David Ghisolfi Orientador

Resumo: A distribuição espaço-temporal do fitoplâncton no oceano é controlada for fatores físico-químicos e pela troca de massa, momentum e calor na interface oceano-atmosfera. No Embaiamento de Tubarão, a dinâmica local interfere na circulação, na distribuição de nutrientes e, consequentemente, na comunidade fitoplanctônica. Com o intuito de avaliar a dinâmica físico-químico-biológica nesta região foram coletados dados físicos, químicos e biológicos em dois transectos perpendiculares à costa capixaba em dezembro de 2011. Foram realizadas análises de massa de água via OMP, da concentração de nutrientes e da análise quantitativa do fitoplâncton. A partir dessas análises foi possível observar que as classes mais representativas ao longo dos dois transectos foram Cyanophyceae e Chlorophyceae nos dois transectos, além das diatomáceas, Cryptophyceae e Dinophyceae. A presença da AC, AT e ACAS na plataforma continental modificou a distribuição de nutrientes. As altas concentrações de silicato relacionado à AC resultaram na dominância de diatomáceas sobre a Cryptophyceae, ambas comuns na região de plataforma. Além disso, o processo de ressurgência, em ambas as plataformas resultou no aporte de nutrientes e na resposta de toda a base da cadeia trófica. Na região oceânica, a comunidade fitoplanctônica apresentou maior número de indivíduos na região da AT, diminuindo em direção ao fundo, ao contrário dos nutrientes, que apresentaram maiores concentrações no fundo, diminuindo em direção à superfície. A variabilidade ao longo do ano relacionada ao balanço de calor teve um papel importante na distribuição vertical de densidade e do material biológico, tornando-os dependentes dos processos de mistura e alterações físicas e químicas sazonais para que ocorra a fertilização da camada superficial e aumento da produção biológica. Além disso, a ascensão de água através do bombeamento de Ekman positivo no oceano resultou no aumento da concentração de nutrientes e fitoplâncton na região tropical relacionados, principalmente, às estações onde foi possível observar o núcleo do processo ciclônico.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910