Estimativa da População de Ucides Cordatus em Reserva de Desenvolvimento Sustentável (rds)

Nome: Vanessa Cusini Spinassé Bromenschenkel
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 02/12/2016
Orientador:

Nomeordem crescente Papel
Mônica Maria Pereira Tognella Orientador

Banca:

Nomeordem crescente Papel
Mônica Maria Pereira Tognella Orientador
Camilah Antunes Zappes Examinador Interno

Resumo: A Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Municipal Piraquê-açu e Piraquê-mirim formada pelo sistema estuarino dos rios Piraquê-açu e Piraquê-mirim, localiza-se no município de Aracruz-ES. Os manguezais deste estuário são ambientes de grande importância para as comunidades que habitam seu entorno e vivem dos seus recursos. O caranguejo-uçá Ucides cordatus é considerado uma das espécies de maior abundância nos manguezais brasileiros. Apesar do caranguejo-uçá ser considerado espécie importante ao ecossistema manguezal e recurso de subsistência para várias comunidades tradicionais e indígenas, há a necessidade do desenvolvimento de constantes estudos sobre a população com o intuito de contribuir para o desenvolvimento das ações do Plano de Manejo da Reserva de Desenvolvimento Sustentável. Estudos pretéritos sobre o caranguejo-uçá no Estuário do rio Piraquê-açú, mostram importantes informações e indicam a necessidade de análises atuais que auxiliem as ações de sustentabilidade desta espécie, assegurando a manutenção dos estoques em níveis adequados. O presente estudo fez amostragens em 18 parcelas fixas (10 x 10m) em bosques de franja e bosques de bacia, no sistema estuarino do rio Piraquê-açu, durante a baixa-mar de sizígia. Foram contados os números de tocas abertas e fechadas, para obtenção de dados referentes ao período de ecdise e densidade da espécie. Foram avaliados os diâmetros das tocas, com intuito de estimar os tamanhos das carapaças dos indivíduos. A coleta de indivíduos foi aleatória e utilizada para obtenção da razão macho e fêmea. Também serão avaliados parâmetros ambientais como a salinidade da água das tocas, análise do sedimento quanto à quantidade de matéria orgânica e tamanho de partículas (granulometria).

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910